Voltar

Presidente da ala de destaques fala de sua relação de amor com a vermelha e branca

Por Bárbara Mello

 

Uma história de amor sem ponto final e que já ultrapassa 04 décadas.  A dona deste coração tão apaixonado é a querida Iracema Pinto, presidente do grupo de destaques do Salgueiro, que completa 78 anos no próximo sábado, 26 de janeiro.

Dona Iracema chegou ao Salgueiro em 1973, época em que os ensaios da escola ainda aconteciam no Clube Maxwell. A convite de uma colega de trabalho, ela defendeu as cores da agremiação desfilando pela Ala dos Estudantes, a mais antiga da vermelha e branca. Já no ano seguinte, Cema, como carinhosamente é chamada, estreou como destaque de luxo em um dos enredos mais marcantes da história salgueirense: “O Rei da França na Ilha da Assombração”.

Vencedor daquele ano, o tema que também serviu como estreia de Joãosinho Trinta e alçou o Salgueiro à sexta vitória no Carnaval, fazendo da então destaque, um verdadeiro amuleto para a família salgueirense.

– Aquele foi um ano em que tudo deu certo. Foi minha estreia como destaque, também a primeira vez do João que teve o apoio da Maria Augusta e também o ano em que apresentei o Salgueiro ao meu filho Eduardo ( hoje Diretor Cultural do Salgueiro). Ele representou o Rei Luis XIV aos 07 anos de idade e acho que foi verdadeiramente, o pé quente da história, comenta.

Desde então, a salgueirense sempre se dedicou à escola de coração. Em entrevista ao nosso site, Dona Iracema conta que, apesar da vaidade presente em todo destaque, é pau pra toda obra.

– Destaque é destaque. Quando a gente fala já pensa em luxo, não há como não ser vaidoso e isso não é ruim. Mas eu nunca me fiz de rogada, não. Pegava o rodo e a vassoura, ajudava na limpeza da quadra quando era preciso. Quando eu conheci o Salgueiro, não tínhamos nem telhado, a chuva caía e lá íamos nós puxar a água com o rodo para começar o samba. Lavei muito banheiro para ajudar, comenta a eterna destaque

Cema também conta que já viveu diversos momentos difíceis na escola, mas nunca deixou de desfilar.

-Já enfrentamos muito aperto, como falta de dinheiro para confeccionar fantasias, os carros alegóricos. O Salgueiro passou por momentos que quase me deixaram doente, por que esta é a minha segunda casa, mas hoje, estamos aqui, novamente, firmes e fortes, prontos para fazer um excelente carnaval, destacou com otimismo.

O amor pelo Salgueiro e a confiança no desfile para o Carnaval 2019 renovam a energia de Iracema.

– Amo demais o Salgueiro e fico arrepiada quando chego à quadra e ouço os sambas. Começo a sentir falta quando cada ensaio acaba pois isso já faz parte da minha rotina. O meu sábado é sempre mais feliz porque sei que de noite tenho um compromisso mais do que agradável para mim e para minha família, todos já sabem disso. E sobre Xangô, sou filha dele, não preciso falar mais nada, não é mesmo? Vou comemorar meu aniversário na minha casa e não há nada melhor do que isso, brinca a apaixonada salgueirense.


Comentários...


  • Compartilhe:


Você também vai gostar de ver...

  • Salgueiro dá nova chance a associados e beneméritos que não efetuaram recadastramento

    04/06/2019

  • Salgueiro inicia recadastramento da comunidade nesta segunda

    03/06/2019

  • Salgueiro: recadastramento de associados contribuintes e beneméritos termina esta semana

    29/05/2019

  • Renata Santos, musa do Acadêmicos do Salgueiro para o Carnaval 2020, fala de sua chegada à escola e o que espera para o próximo Carnavall

    15/05/2019

Voltar