Confira abaixo o áudio e as letras dos sambas

Salgueiro 2021: confira os sambas concorrentes da disputa para o próximo Carnaval

O GRES Acadêmicos do Salgueiro recebeu, na manhã deste domingo, os sambas que estarão na disputa que vai eleger o hino oficial do enredo Resistência, para o próximo Carnaval. Ao todo, 24 obras foram inscritas na competição. O formato da disputa será informado esta semana e, segundo Alexandre Couto, diretor de Carnaval da vermelha e branca, esta promete ser uma das mais difíceis dos últimos anos. “ Os compositores deram um verdadeiro show e absorveram exatamente tudo o que foi passado desde a divulgação da sinopse. Isto é bem interessante porque, apesar de não termos uma leitura, uma explanação presencial, tudo ficou tão claro que podemos dizer que todos os sambas são verdadeiras poesias. Essa é a melhor dor de cabeça que poderíamos ter em tempos tão difíceis”, comenta Couto.

Chancelado pelas mãos de Helena Theodoro, o enredo abordará os lugares de resistência do povo preto no Rio de Janeiro. A escola, que tem entre suas tradições, protagonizar as figuras e a cultura preta em seus enredos, vem seguindo com o planejamento do desfile, mesmo na incerteza sobre se haverá ou não o espetáculo em 2021. “ Precisamos continuar otimistas e pensar positivamente pela realização dos desfiles, pois não é só uma questão de entretenimento, é também geração de emprego e renda para milhares de artesãos profissionais que estão envolvidos, diretamente, na realização do evento. De certa forma, realizar a disputa, nos dá uma injeção de ânimo para enfrentar tudo isto”, diz Jomar Casemiro, diretor geral de Harmonia.

A escola disponibilizou o áudio e as letras de todas as parcerias inscritas em seu canal do YouTube (https://www.youtube.com/channel/UCjqXflXPp64sZXy0M1iN9AQ)

 

COMPOSITORES:  T'NEM, BATISTA COQUEIRAL, ALEXANDRE XUXU ,
LUCIANO GODOI, MARQUINHO MINEIRO, BETINHO SANTANA, ANDRÉ
MONTEIRO, TEM TEM JR

 

INTÉRPRETES: FREDY VIANNA – TEM TEM JR

 

INDULGENTE LIBERDADE, MASCARA A ABOLIÇÃO
RESISTIR CONSOLIDA A EXISTÊNCIA
NEGRITUDE EM MINH'ALMA É ESSÊNCIA
HERANÇA DE MEUS ANCESTRAIS,
VERMELHO DO SANGUE NEGRO
QUE LUTA CONTRA OPRESSÃO
É FIRMAMENTO EM MEU AMADO TORRÃO!
O BRADO DE PAZ LEVA IGUALDADE À MINHA BANDEIRA
PUNHO CERRADO, COMUNIDADE GUERREIRA!

 

A FAVELA É MEU QUILOMBO… DEIXA A BAIANA GIRAR
CAI A NOITE, VEM O DIA, É XANGÔ A NOS GUIAR                               BIS
O BATUQUEIRO FIRMA O CORO E PEDE AXÉ
KABECILÊ! POVO DE FÉ!

 

NA COZINHA DO SABER, ALIMENTO O MEU SER
COM OFERENDAS AOS MEUS ORIXÁS
AO DESCORTINAR MEU PALCO SONEGADO
A IMAGINAÇÃO "PARTIU DO ALTO"
EM MEIO AO CHORO E TANTA REPRESSÃO
COM CRIATIVIDADE E DISFARÇADO
ESCUTO O SOM DE PRETO E FAVELADO
SALGUEIRO…
DESCE O MORRO E VEM MOSTRAR O SEU VALOR
DAR A CARA A TAPA SIM SENHOR
QUEBRAR AS MURALHAS DESSE CATIVEIRO!

 

SOU ACADEMIA, TOCA PARTIDEIRO
SOU A RESISTÊNCIA, FILHO DESSE TERREIRO                                      REFRÃO
ECOA A VOZ DO CORAÇÃO PRO MUNDO INTEIRO
SALGUEIRO… SALGUEIRO!