Voltar

Recuperando-se de um problema grave de saúde, intérprete tem seu contrato renovado por quatro anos e dedicará seu tempo a formar novos talentos para a escola

O início da disputa de sambas nos Acadêmicos do Salgueiro foi marcado pelo anúncio feito pelo presidente André Vaz, sobre o destino do intérprete Quinho do Salgueiro na agremiação. Vivendo um momento difícil e em tratamento para combater um tumor na uretra, o “puxador”, como gosta de ser chamado, não tem participado das atividades da escola, o que suscitou comentários dos apaixonados pelo samba, em especial, pelo Salgueiro.

“ Muito de vocês vem questionando a ausência do Quinho nos ensaios e estamos aproveitando a noite de hoje para dizer que ele está em tratamento por conta de um problema grave de saúde, mas que estamos juntos com ele nessa caminhada”, disse André Vaz, presidente da agremiação, já no início de sua fala para anunciar a decisão sobre o futuro do intérprete no Salgueiro.

“ Decidimos, em comum acordo com o Quinho, de renovar o contrato dele até o fim de nossa gestão para que, neste momento ele se dedique exclusivamente à sua recuperação e possa, em breve, estar conosco. A partir de hoje, o carro de som tem nome e se chamará Quinho do Salgueiro, uma forma totalmente justa de homenagear quem escreveu uma linda história aqui dentro e se tornou um ícone e uma figura amada por todos. O Quinho vai desfilar conosco, em cima do carro de som, vai participar, assim que possível, dos ensaios, e vai desenvolver um projeto para formar talentos aqui na escola”, concluiu o presidente, bastante aplaudido e apoiado na decisão.

Emerson Dias, companheiro de Quinho, também fez uma declaração emocionada sobre a homenagem do Salgueiro ao intérprete.

“ O Quinho é a minha inspiração, comecei a cantar com ele aqui no Salgueiro como apoio e esta foi a oportunidade de crescer e aprender. Dentro da minha trajetória ele é uma referência importante e quis o destino que a gente voltasse a se encontrar e a trabalhar junto nessa gestão. Esta é a atitude de um presidente que reconhece e que valoriza a história das pessoas e a gente agradece muito por poder trabalhar assim. O Quinho continua com a gente e, a minha homenagem será poder repetir na Sapucaí , com a autorização dele, o arrepia Salgueiro. Ninguém larga a mão de ninguém”, comentou.

As eliminatórias do Salgueiro seguem até o dia 11 de outubro, quando a escola vai escolher o hino oficial para o carnaval 2023, ano em que a escola completa 70 anos e busca seu décimo título com o enredo “Delírios de Um Paraíso Vermelho”, ideia do carnavalesco Edson Pereira, contratado este ano pela escola.


Comentários...


  • Compartilhe:


Você também vai gostar de ver...

  • Demerson D’Alvaro viverá Oxóssi em show de Sandro Luiz na quadra do Acadêmicos do Salgueiro

    20/06/2024

  • Hutukara: enredo do Salgueiro ganha Oscar da publicidade mundial em Cannes

    20/06/2024

  • Sandro Luiz leva cânticos umbandistas ao palco do Acadêmicos do Salgueiro com show ‘Tem que ter fé’

    14/06/2024

  • De corpo fechado: Acadêmicos do Salgueiro entrega sinopse em noite marcada pela emoção e espiritualidade

    06/06/2024

Voltar