Voltar

Nota de Pesar

É com profunda consternação que recebemos a notícia de mais uma perda para o mundo do samba. Hoje, toda a comunidade salgueirense veste o luto por mais um de seus filhos que se despede de nós em face de uma doença terrível, a qual vem nos deixando cada vez mais órfãos de nossas referências.

Aos 78 anos batendo em um ritmo apaixonado e intenso, o coração de Luiz Fernando Ribeiro do Carmo parou. Nascido no Morro do Salgueiro, nosso “guri” foi uma pessoa fundamental na história de nossa escola. Melhor dizendo, de SUA escola, pois, esse amor cresceu com ele.

Líder nato, já menino funda uma escola de samba mirim no morro e é a partir dela, que seu talento desponta e começa a participar do Salgueiro onde fez tudo: foi compositor, intérprete, ritmista, harmonia, diretor de vários segmentos, tendo sempre atuação marcante, traço de sua personalidade forte e perfeccionista. Aqui, depois de participar de todos os carnavais antológicos da Revolução Salgueirense, foi semear conhecimento passando por Beija-Flor, Unidos da Tijuca, Grande Rio e União da Ilha.

Nem melhor nem pior, Laíla levou esse espírito revolucionário que ajudou a criar no Salgueiro para nossas coirmãs, mudando e marcando para sempre os desfiles cariocas. Saiu da vermelha e branca de coração para ganhar o mundo, afinal, é para isso que criamos os filhos, mas sabia que ali era o seu LAR, sua raiz. Nos últimos dois anos, a quadra salgueirense passou a receber mais visitas do filho que não escondia sentir-se em casa, não somente pela recepção que nos cabe dar às figuras do carnaval, mas, especialmente, pelo RESPEITO que lhe era devido.

No próximo carnaval já era uma das personalidades salgueirenses convidadas para o desfile em que falaremos da Resistência, tema tão caro para quem que teimou em fazer resistir a essência dos desfiles: Harmonia e Samba.

Que despedida difícil para todos nós sambistas e amantes do Carnaval. Mais ainda, para quem pôde aprender com o mestre. Seguiremos daqui, orgulhosos em saber que você nos levará em seu coração.

Que sua luz continue firme, filho querido de nossa Academia do Samba, e que a sua força espiritual e fé inabalável nos faça vencer. Te amaremos para sempre. Obrigado!

André Vaz – presidente GRES Acadêmicos do Salgueiro


Comentários...


  • Compartilhe:


Você também vai gostar de ver...

  • Salgueiro Convida começa neste sábado com Imperatriz Leopoldinense como convidada

    09/09/2021

  • Salgueiro define finalistas e se prepara para a gravação da TV Globo

    06/09/2021

  • Salgueiro vai com cinco sambas para a semifinal

    02/09/2021

  • Eliminatórias do Salgueiro: sete sambas continuam na disputa que elegerá o hino de 2022

    25/08/2021

Voltar